logo
Catarine Martins Sobre Mim
O Le Fashionaire é um destino inspirador onde partilho o meu estilo e a sua constante evolução, os meus segredos de beleza e tudo aquilo que me inspira desde sítios a livros e pessoas. O foco está na partilha de conteúdo atemporal e de alta qualidade, mantendo-me sempre fiel a mim mesma.
About       Contact  

Como evitar comprar roupas que não saem do armário

Le Fashionaire Como evitar comprar roupas que não saem do armário vestido preto bordado fundo laranja naf naf chinelos amarelo torrado cetim laco zara colares prata cinco cesta preta bege verga toino abel 7705 PT 805x1163

Moda. Tudo começa com uma peça que nos pisca o olho, numa dessas idas às lojas do costume. Começamos a namorá-la e, inevitavelmente, acabamos por comprá-la. Se a paixão for assolapada, usamo-la vezes sem conta. Se for só uma tendência passageira fica no fundo do armário, sem ver a luz do dia. E é então que começa o “so last season drama”.

Este vestido, por exemplo, tem 6 anos. Comprei-o quando fui a Paris, em 2011, com a minha melhor amiga carioca

Mas, comecemos pelo princípio: não adianta de nada comprar roupa que não vamos usar mais do que um par de vezes.  Acreditem em mim. Eu sei que é difícil pensar nisso quando estamos a namorar a peça que nos enche os olhos, mas devemos questionar-nos se gostamos mesmo dela e, mais do que isso,  se vamos usá-la. É que eu até posso gostar muito de umas sapatilhas de corrida mas a verdade é que nunca corro por isso dificilmente vou usá-las vezes suficientes para justificar o investimento.  O mesmo acontece com alguns tipos de salto, peças desportivas ou que não se identificam com o meu estilo no geral.

 

Por isso, a única maneira de não cair no erro de comprar roupas que depois não vamos usar é pensar bem antes de comprar. Avaliar o quanto gostamos da peça, a qualidade dos materiais e se queremos tê-la porque realmente nos fica bem ou se é apenas um devaneio passageiro.

 

Este vestido, por exemplo,  tem 6 anos. Comprei-o quando fui a Paris, em 2011, com a minha melhor amiga carioca (que saudades desses dias bons). Além de continuar impecável – é todo em algodão – é uma das minhas peças preferidas. Já perdi a conta às vezes em que o vesti e aos dias soalheiros em que me fez feliz.

 

De há uns tempos para cá fartei-me do so last season drama e, consequentemente, tornei-me muito mais selectiva nas peças que compro. E isso tem-me feito mais feliz porque, cada vez menos, tenho peças com as quais não me identifico ou que deixo de gostar. E isso é mesmo bom.

Le Fashionaire Como evitar comprar roupas que não saem do armário vestido preto bordado fundo laranja naf naf chinelos amarelo torrado cetim laco zara relogio rosefield watches argolas brincos prata cinco dourado 7750 PT 805x1178
Le Fashionaire Como evitar comprar roupas que não saem do armário vestido preto bordado fundo laranja naf naf chinelos amarelo cetim laco zara cesta preta bege verga toino abel argolas brincos prata cinco dourado 7716 PT 805x1126
Le Fashionaire Como evitar comprar roupas que não saem do armário vestido preto bordado fundo laranja naf naf colares prata cinco cesta preta bege verga toino abel relogio rosefield watches dourado 7740 PT1 805x1208
Vestido: Naf Naf
Chinelos: Zara
Colares: Cinco
Mala: Toino Abel
Brincos: Cinco
2 Comentários
  • 2017-09-14

    É o que nos garante ter um guarda roupa mais curado e refinado sem dúvida 😉

  • 2017-09-14

    Desde há uns anos para cá faço e penso o mesmo .. não adianta termos um guarda roupa cheio de peças que raramente usamos! O vestido é maravilhoso!

    Mil beijinhos querida,
    http://mimiswardrobe.blogs.sapo.pt

Deixar uma resposta